Viação São José - O legado de Oscar Soares

| Sem comentário
Fundada em 1936, a Viação São José operou com razões sociais de seus proprietários, o fundador Oscar Soares e seu sócio José Soares.



Após as emancipações ocorridas em Nova Iguaçu, a empresa passou a operar a linha Nova Iguaçu x São João de Meriti com o antigo prefixo DTC 75. Sua garagem sempre esteve localizada na Estrada Dr. Plínio Casado, 4.

A influência e a participação social, foram tão fortes, que a rua em frente a garagem tornou-se, Av. Oscar Soares. A origem do nome é desconhecida, mas prevê-se que devido ao José Soares, ser filho do Oscar, ela seja a fervorosidade católica natural da raça portuguesa, em homenagem ao seu santo preferido.



Na década de 70, alterou sua razão social para “Viação São José Ltda.” e operou além da linha inicial, as linhas:

Nova Iguaçu x Cobrex
Nova Iguaçu x Ponto Chic
Nova Iguaçu x Belford Roxo


Na época de sua fundação, todas eram municipais de Nova Iguaçu. Após a emancipação de São João de Meriti em 1947, sua primeira linha tornava-se intermunicipal. Posteriormente de São João de Meriti começou a alcançar a Pavuna, onde passou a manter o ponto final de várias linhas que surgiram.



Linha 561I Ponto Chic x Pavuna (atualmente realiza o itinerário Santa Rita x Pavuna via Ponto Chic)

Quando houve a fusão dos antigos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, o DTR foi substituído pelo DETRO e todas as empresas com ônibus em linhas intermunicipais, adotaram um prefixo específico, com a letras RJ na frente dos dígitos. Dessa forma a São José, recebeu o prefixo RJ 200.000, para a linha intermunicipal e manteve o prefixo NIG 01-xx, para o município.



Adicionar legenda

Utilizou em sua frota, muitos veiculos das montadoras Ciferal e Metropolitana. Em meados da década de 60, a Ciferal deixou de fabricar urbanos e Oscar, conhecido pelo seu temperamento difícil, caprichou na manutenção e orgulho próprio. Devido à aborrecimentos constantes com a Metropolitana, o empresário optou pela CERMAVA, de 1965 até 1970, padronizando a frota toda em 1969, com carros LP e LPO, novos e encarroçados.




Com a união da CERMAVA e a Metropolitana, o empresário ainda com a velha bronca ficou sem renovar a frota até 1971, quando começou a comprar com a encarroçadora Induscar CAIO, tornando-se cliente preferencial da encarroçadora, até a sua morte. Nessa época, contava com uma frota de 100% entre, Bela Vista, Bela Vista Máscara Negra, Gabriela I e II e Alpha.


Com a inauguração da Via Light e do Metrô na Pavuna em 1998, foram criadas diversas linhas ligando a Pavuna à bairros de Nova Iguaçu, Nilópolis e Mesquita.
A ligação entre a Pavuna e o Centro de Nova Iguaçu foi inaugurada pela Evanil Trasportes e Turismo.

Placa da Evanil Transportes e Turismo na Pavuna - Foto: Reprodução da inernet

Após alguns dias, entraram a Viação Mirante na linha Morro Agudo x Pavuna e Viação São José, operando em POOL a linha para Nova Iguaçu, até então operada apenas pela Evanil.
Por conta de um impasse, a Evanil teve que deixar a linha, ficando apenas a Viação São José.





Suas compras sempre foram no máximo de quatro veículos de cada vez com sua identidade visual básica, ostentando dois tons de verde, variando pelas épocas na intensidade mais clara e/ou mais escura, e branca.

Com uma manutenção impecável, Oscar Soares não admitia carro seu enguiçado na rua, tanto que a empresa jamais teve carro socorro, somente Pick-Ups Ford para o serviço de trocas de pneus e inspeção de tráfego. Não admitia em hipótese alguma, carros rodando com pneus furados e o motorista tinha que parar imediatamente ao perceber a anomalia mandando o trocador a garagem chamar por socorro.





Também não admitia, empurrar qualquer carro da frota para “pegar no tranco”, só para desobstruir a via, e não permitia, que o motorista aproveitasse o embalo para que o motor voltasse a funcionar. Não suportava motorista mal barbeado ou cabeludo, cobrava a aparência dos mesmos pessoalmente, e demitia qualquer um que não se enquadrasse no seu sistema de trabalho. Trabalhar na São José era ponto de honra para qualquer motorista, que conseguia vaga fácil em qualquer empresa, pois era sabido que para trabalhar lá o profissional tinha que ser bom, senão não era nem admitido.






Tinha que saber correr muito, sem dar trancos, solavancos, freadas bruscas etc. Ele gostava de ficar na porta da garagem e não admitia que um carro da empresa passasse em frente ao portão, sem estar a frente dos carros das concorrentes, principalmente da Empresa de Transportes Municipal, que chamava de camarão devido a cor de sua pintura. Em algumas linhas, havia trechos em terra batida e ele ficava “muito fulo da vida”, quando um motorista por imperícia deixasse atolar ônibus.


Renovava a frota em torno dos 5 a 7 anos, com venda fácil dos carros antigos, devido a excelente manutenção. Continua em operação até os dias de hoje, com uma empresa forte e bem administrada, sempre com veículos novos e identidade visual moderna, através de seus sucessores.




Em 2008, com a suspensão da permissão de operação dos serviços da Elmar Transportes e Turismo, suas linhas foram operadas pela Tursmo Transmil, sendo passadas no ano seguinte à Viação São José.


901 Nova Iguaçu x Tinguá
902 Nova Iguaçu x Santa Rita
903 Nova Iguaçu x Vila de Cava

Atualmente as linhas para Vila de Cava e Tinguá são operadas pela Auto Viação Vera Cruz.

No dia 14 de março de 2016 seus ônibus que circulam nas linhas municipais de Nova Iguaçu passaram a compor o Consórcio Reserva Tinguá. A mudança ocorreu após a licitação e a criação de dois consórcios operacionais na cidade.




Sendo assim, os ônibus para esses itinerários começaram a circular com a nova pintura padronizada. As as cores dos novos ônibus foram escolhidas para lembrar a história de Nova Iguaçu. “O laranja lembra a época dos laranjais, o branco, uma das cores da cidade, e o cinza, que está na parte debaixo do coletivo, é para sujar menos.

Linhas Municipais de Nova Iguaçu A01XXX

Inicialmente, a empresa operava as linhas:

121 Nova Iguaçu x Ponto Chic
123 Nova Iguaçu x Vila de Cava via Santa Rita
124 Nova Iguaçu x Santa Rita




Após a licitação, algumas empresas ficaram de fora e perderam a autorização para operar suas linhas. Com isso, a Viação São José recebeu nessa redistribuição algumas linhas da empresa Salutran que ligam o Centro de Nova Iguaçu a bairros próximos à área já atendida pela Viação São José.

102 Nova Iguaçu x Cerâmica via Rua Nova
103 Nova Iguaçu x Cerâmica via Rua Gama
104 Nova Iguaçu x Rua E
105 Nova Iguaçu x Ruas E/F
108 Nova Iguaçu x Av. Antônio Cunha via Ruas C/D
118 Nova Iguaçu x Av. Antônio Cunha via São Jorge




Ainda nessa reorganização do transporte por ônibus em Nova Iguaçu, a Viação São José recebeu também a única linha que vinha sendo operada pela empresa Expresso Fluminense (Elmarzinha)

134 Nova Iguaçu X Cobrex via UFRRJ


Além das suas linhas tradicionais entre Nova Iguaçu, Belford Roxo, Pavuna e São João de Meriti, a empresa aumentou a sua área de atuação em junho de 2016, quando assumiu linhas da Viação Caravele, que teve a sua autorização sustensa pelo DETRO-RJ.


A Portaria DETRO-RJ 1261 do dia 1 de junho, requisitou as empresas Auto Viação Vera Cruz, Transportes Blanco e Viação São José para operar emergencialmente as linhas da Viação Caravele, que ficou impedida de operá-las.





Com isso, a Viação São José assumiu as linhas:

520B São Francisco x Central
518B Central x Heliópolis via Andrade Araújo
524B Central x Nova Aurora via Heliópolis
526B Central x Itaipu
528B Central x Heliópolis
1518B Central x Heliópolis via Andrade Araújo





A intervenção nas 12 linhas intermunicipais operadas pela Viação Caravele deveu-se às constantes reclamações quanto à qualidade do serviço prestado pela empresa, principalmente referentes ao mau estado da frota, além do não atendimento às recorrentes solicitações para que seus problemas operacionais, fiscais e trabalhistas fossem solucionados.


As linhas, que têm origem no município de Belford Roxo, passaram a ser operadas em caráter emergencial pelas empresas Transporte Blanco, Viação São José as linhas e Auto Viação Vera Cruz, que já operavam trajetos na região.




Dentre essas 12 linhas, a Viação São José recebeu seis linhas, ficando outras 4 com a Transportes Blanco e 2 com a Auto Viação Vera Cruz. Esse número muda novamente em 2018 quando, através da Portaria DETRO-RJ Nº. 1400, a São José é requisitada para operar 4 linhas da Transportes Blanco com origem no município de Belford Roxo.


A portaria publicada no dia 28 de junho de 2018 deu-se em simultâneo a outra portaria, a de Nº 1399, que requistou também a São José a assumir a operação de uma linha com origem em Nilópolis, também deixada pela Transportes Blanco, que a operava desde a intervenção da Turismo Transmil.

Linhas requisitadas:

124B Nilópolis x Candelária via Avenida Brasil – Rápido
522B São Vicente x Central
523B Sargento Roncale x Central via São Vicente
527B Sargento Roncale x Praça Mauá via São Vicente
1522B São Vicente x Central





O Detro-RJ levou em conta a solicitação da Transportes Blanco, que decidiu devolver as linhas devido à ociosidade de seus veícilos entre a sua garagem em Queimados até os municípios de origem.

Atualmente, a empresa opera nos deslocamentos municipais em Nova Iguaçu e intermunicipais, ligando Nilópolis e bairros de Belford Roxo ao Centro do Rio e a ligando a Pavuna, Nova Iguaçu e Belford Roxo entre si.





Atualmente a empresa opera as linhas:

Municipais:

102 Nova Iguaçu x Cerâmica via Rua Nova
103 Nova Iguaçu x Cerâmica via Rua Gama
104 Nova Iguaçu x Rua E
105 Nova Iguaçu x Ruas E/F
108 Nova Iguaçu x Av. Antônio Cunha via Ruas C/D
118 Nova Iguaçu x Av. Antônio Cunha via São Jorge
121 Nova Iguaçu x Ponto Chic
123 Nova Iguaçu x Vila de Cava via Santa Rita
124 Nova Iguaçu x Santa Rita
134 Nova Iguaçu X Cobrex via UFRRJ





Intermunicipais entre a Pavuna, Belford Roxo e Nova Iguaçu

160I Nova Iguaçu X Belford Roxo (via Manhoso) 190I Nova Iguaçu X Belford Roxo (via Prata)
541I Nova Iguaçu X Pavuna (via Via Light)
550I Belford Roxo X Ponto Chic
552I Santa Maria X Pavuna (via Gogó da Ema)
553I Santa Maria X Pavuna
561I Santa Rita X Pavuna via Ponto Chic
564I Santa Rita x Pavuna (Direto)
714I Ponto Chic X Barro Vermelho


Intermunicipais entre a Baixada Fluminense e o Centro do Rio

124B Nilópolis x Candelária via Avenida Brasil – Rápido
518B Heliópolis X Central (via Andrade Araújo)
519B Areia Branca X Central
520B São Francisco X Central
522B São Vicente x Central
523B Sargento Roncale x Central via São Vicente
524B Nova Aurora X Central (via Heliópolis)
526B Itaipu X Central
527B Sargento Roncale x Praça Mauá via São Vicente
528B Heliópolis X Central
1518B Heliópolis X Central (via Andrade Araújo)
1522B São Vicente x Central
1524B Nova Aurora X Central via Heliópolis





Tags :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[2][iconeI][style-1][LEIA TAMBÉM][As mais lidas até o momento]

Total de visualizações de página


Somos movidos pelo interesse de explorar os meios, modos e regras que integram o sistema de mobilidade urbana no Estado do Rio de Janeiro. O avanço tecnológico tem trazido mais dinamismo nas cidades, fazendo com que a população evolua e acompanhe esse avanço.

Buscamos obter informações, matérias, históricos e projetos de mobilidade e transformação urbana, assim como a realização de visitas técnicas em empresas, concessionárias e instituições relacionadas à Mobilidade Urbana do RJ, cuja perspectiva é abordar temas mais diversos e estar inteirado no que há de vir nos serviços de transportes.


Luxor Transportes e Turismo - A Gigante da Baixada Fluminense

A Luxor Transportes e Turismo foi uma empresa polêmica, que ao longo de sua trajetória desencadeou reviravoltas que mexeram estruturalmente ...

NOSSOS PARCEIROS