Terminal Rodoviário Independente da Praça da Bandeira (Vilar dos Teles)

| Sem comentário
Vilar dos Teles é o maior ponto comercial da cidade de São João de Meriti, junto com o Centro. O bairro está localizado entre o eixo das regiões Central e Norte do município, sendo um bairro de passagem.



Ficou famosa nos anos 80 como a Capital do Jeans por conta de diversas lojas que vendiam esse material a preço de fábrica. o nome deriva do Comendador Pedro Antônio Telles Barreto de Menezes, nascido em 1816 e morto em 1882, que foi dono de diversas terras na região.



A história dos Telles de Menezes começa no Século XI, mais precisamente em Portugal, da família de dalgos portugueses, de grande relevância na Corte, três membros se deslocaram para o Brasil no século XVI, incumbidos pela Coroa de participarem da resistência as invasões francesas no litoral brasileiro. Primeiramente, se instalaram na Bahia, onde tiveram papel de destaque em todo período colonial.

Diogo Lobo Telles de Menezes, um dos três irmãos, veio para o Rio de Janeiro, tornando-se o precursor da família no Estado. Foram os primeiros Menezes no Rio os responsáveis por inúmeras construções importantes da Colônia e do Império, como o juizado de Órfãos da antiga Capitania, o Arco dos Telles, localizado na Praça XV e a Casa do Senado, entre outras.




A sua construção é datada do século XVIII, para comunicar a antiga praça do Carmo (atual praça 15 de Novembro) e a rua da Cruz (atual rua do Ouvidor). O nome pelo qual é conhecido deve a sua origem aos Teles de Meneses, proprietários de prédios no local. Em 1790 um incêndio destruiu a maior parte da casa dos Teles de Meneses, restando apenas a parte que hoje constitui o Arco do Teles. - Foto: Reprodução da internet

A família crescia e se consolidava como uma das mais prestigiosas na Corte, em especial pelas guras do Juiz Francisco Telles Barreto de Menezes, e Francisco Pinto da Fonseca Telles, também conhecido como Barão da Taquara, então proprietário das terras da Taquara, Pau da Fome e União Camorim na região que hoje é Jacarepaguá.

Por volta de 1700, a família já era proprietária de terras em toda Capitania, aparecendo como sesmeira na antiga freguesia de São João de Meriti, sob a liderança de Luiz Telles Barreto de Menezes. Seu filho Pedro Antônio já nasceu em terras meritienses, sendo mais tarde o responsável pela compra de uma grande área que viria a formar o Engenho do Barbosa, mais tarde Fazenda dos Telles. Essas terras formam hoje as localidades de Vilar dos Teles, Coelho da Rocha e parte do município de Duque de Caxias.





Em 1864, toda a propriedade tinha 453 alqueires de terra, constituindo a propriedade do Comendador Pedro Antônio Telles Barreto de Menezes. O Comendador Pedro Antônio Telles Barreto de Menezes era filho de Luiz Telles Barreto de Menezes e de D. Maria Rita Felicidade da Gama e Freitas, neto paterno do Dr. Francisco Telles Barreto de Menezes, juiz de Órfãos, e de D. Francisca Joaquina de Oliveira Brito e por parte materna de Pedro Antônio da Gama e Freitas, e de D. Ana Maria Gurgel do Amaral.



Pedro Antônio Telles Barreto de Menezes era Cavaleiro da Ordem de Cristo, subdelegado e juiz de Paz da Freguesia de Meriti, proprietário na Corte e fazendeiro no município de Iguaçu. Foi condecorado com a Imperial Ordem da Rosa, no grau de Comendador e ocupou o cargo honoríco de Delegado de Capitania.


-----------------------------

O principal acesso à Vilar dos Teles é feito pela estrada RJ-085, conhecida como Avenida Automóvel Clube. além da Rodovia Presidente Dutra e da futura Transbaixada. No bairro imperam as concessionárias de carros, conhecidas por estacionar carros ilegalmente nas calçadas,trazendo transtorno para a população.


RJ-085 Av. Automóvel Clube – Vilar dos Teles - Foto: Prefeitura municipal de São João de Meriti

A Praça da Bandeira

Praça da Bandeira é onde se localiza a prefeitura, os demais edifícios do poder público meritiense e a escola de samba Independente de São João de Meriti, sendo o sub-bairro mais residencial de Vilar dos Teles. Fica próximo ao centro comercial e a estação ferroviária de Coelho da Rocha. E é onde se localiza a Rodoviária de Vilar dos Teles.




Foto: Reprodução da internet

O Bairro é ponto final das linhas que, apesar de teoricamente terem seu ponto de origem em Vilar dos Teles, o ponto final é no terminal localizado na Praça Padre Vieira, ou Praça da Bandeira, como é conhecida devido a existência de um enorme mastro.



Também é pela Praça da Bandeira que se chega a Coelho da Rocha, passando pelo Parque Alian e Rua Belkis.
Será futuramente beneficiada com o projeto da Transbaixada que ligará a Via Dutra em Belford Roxo e a Rodovia Washigton Luís em Duque de Caxias pelo Rio Sarapuí.



O Terminal Rodoviário da Praça da Bandeira abriga linhas operadas pela Auto Viação Reginas e uma linha da Transportes Mageli, anteriormente operada pela Transportes Flores.
O que hoje está com a Auto Viação Reginas já pertenceu à Transportes Municipal, empresa que encerrou as atividades no ano de 1979.





Sob a direção dos irmãos Thurler de Mendonça, vindos de Natividade para entrarem no sistema de transporte por ônibus na nossa região, fundaram a Empresa de Transportes Municipal Ltda em 1959.
A empresa foi inaugurada em seu primeiro terminal, ao lado da estação ferroviária, no centro de São João de Meriti, cujos trens seguiam em direção ao distrito de São Mateus. Seus ônibus tinham a pintura dividida horizontalmente entre o vermelho e o creme.



A Transportes Municipal pertencia ao Grupo América e antes do seu fechamento, operava linhas para o Centro do Rio, Pavuna e Nova Iguaçu, na localidade de Vale do Ipê, que atualmente pertence à Belford Roxo.


Transportes América quando herdou as linhas para o Centro do Rio

Antes do seu fechamento em 1979, a Transportes Municipal passou as linhas de ligação com o Centro do Rio para a Transportes América, que operou até 1983 devido a problemas com a frota da linha. A partir daí, as linhas ficaram inativas até dezembro de 1985, quando a Auto Viação Reginas recebeu do Detro a autorização para aoperá-las.





As linhas então operadas pela Transportes Municipal, após passarem pela operação de diversas empresas, inclusive do seu grupo, permanecem ativas na operação das empresas Auto Viação Reginas, Transporte Mageli e Auto Viação Vera Cruz.



110 Duque de Caxias - São João de Meriti (via Jardim Metrópoles)
115 Duque de Caxias - Nova Iguaçu (Direto)
116 Duque de Caxias - Nova Iguaçu (via Vila Pauline)
136 Duque de Caxias - Nova Iguaçu (via Vilar dos Teles)




Expresso Imperador operando a linha 115I Nova Iguaçu x Caxias via Lote XV, atualmente operada pela Transportes Flores.
O prefixo RJ 136 que era da Imperador, passou para a Viação São Jorge e atualmente pertence a Transportes Blanco.

416 Parque São José - Central (via Gramacho)
417 Vilar dos Teles - Central (via Jd. Sumaré)
418 Jardim Redentor - Central (via Jardim Metrópole/Olavo Bilac)
722 Pavuna - Sargento Roncale (via Vila Pauline)
724 Pavuna - Vale do Ipê (via Lote XV)
728 Bonsucesso - Belford Roxo


Transportadora Tinguá operando a linha 728 Bonsucesso - Belford Roxo. Por muitos anos a Transportadora Tinguá e a Transportes América ostentaram as cores da Transportes Municipal.





Linhas que fazem parada no terminal:

2417C Vilar dos Teles - Praça Mauá (via Linha Vermelha)
417C Vilar dos Teles - Central (via Jd. Sumaré)
427C Vilar dos Teles - Candelária (via Jd. Sumaré)
471B Praça da Bandeira - Central
739L Vilar dos Teles - Cocotá (via 25 de Agosto)



As linhas operadas pela Auto Viação Reginas atendem aos bairros do Jardim Sumaré, Olavo Bilac e Lafaiete, onde segue para o Centro de Duque de Caxias e acessam a Linha Vermelha ou Avenida Brasil.





A linha operada pela Transporte Mageli segue para o Parque Alian e Coelho da Rocha, onde acessa a Rodovia Presidente Dutra em direção ao Rio de Janeiro.

Tal linha anteriormente era operada pela Empresa de Transportes Flores, que transferiu com autorização do Detro-RJ as linhas:

471B Praça da Bandeira x Central
472B Coelho Branco x Central
474B Coelho da Rocha x Central



Para a Transporte Mageli, pertencente ao mesmo grupo da Empresa Flores (Grupo JAL).
A linha 472 tem seu ponto final na Rua Coelho Branco no bairro Jardim Redentor em Belford Roxo. Já a 474B permanece inativa.



Embora não parasse no Terminal, a Transporte Mageli já operava no bairo com a linha 512B Vilar dos Teles - Central. A linha faz parada na Rua Estudante Galdêncio Miguel próximo à Prefeitura Municipal de São João de Meriti. Além da Vila São João, a linha atende ao Vilar dos Teles e segue pela Avenida Automóvel Clube até o Jardim José Bonifácio, onde acessa a Rodovia Presidente Dutra.





A linha também possui a versão executiva com o número 1512 Coelho da Rocha - Castelo. Essa um pouco mais extensa segue pela Rua Belkis e tem seu ponto final em frente a estação ferroviária de Coelho da Rocha do ramal de Belford Roxo. 





Tags :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[2][iconeI][style-1][LEIA TAMBÉM][As mais lidas até o momento]

Somos movidos pelo interesse de explorar os meios, modos e regras que integram o sistema de mobilidade urbana no Estado do Rio de Janeiro. O avanço tecnológico tem trazido mais dinamismo nas cidades, fazendo com que a população evolua e acompanhe esse avanço.

Buscamos obter informações, matérias, históricos e projetos de mobilidade e transformação urbana, assim como a realização de visitas técnicas em empresas, concessionárias e instituições relacionadas à Mobilidade Urbana do RJ, cuja perspectiva é abordar temas mais diversos e estar inteirado no que há de vir nos serviços de transportes.


Mobilidade nas Ruas: Distrito de Santo Aleixo (Magé)

O Distrito de Santo Aleixo localiza-se no extremo norte do município de Magé, junto às divisas de Petrópolis e Guapimirim; distanciando-se n...

NOSSOS PARCEIROS