A Divisão do Império - O desmembramento e o legado de três gigantes do transporte rodoviário Fluminense.

| 4 Comentários
Viação Ponte Coberta
Até os anos 80, a larga porção do território fluminense ao entorno da Serra do Mar contava com três grandes empresas: a Pedro Antônio, a Ponte Coberta e a Eval. Cada empresa tinha seu território:

As três empresas operavam em 33 municípios, e na maioria deles detinha a exclusividade no serviço.


Região Centro-Sul Fluminense:

Miguel Pereira, Mendes, Paty do Alferes, Engenheiro Paulo de Frontin, Vassouras, Paraíba do Sul, Três Rios, Comendador Levy Gasparian, Sapucaia e Areal.


Centro-Sul Fluminense

Médio Paraíba Fluminense:
Barra do Piraí, Valença, Rio das Flores, Piraí e Rio Claro.


Médio Paraíba Fluminense

Costa Verde Fluminense:

Paraty, Angra dos Reis, Mangaratiba e Itaguaí.

Costa Verde Fluminense

Região Serrana Fluminense:
Petrópolis


Serrana Fluminense

Região Metropolitana:
Seropédica, Nova Iguaçu, Queimados, Paracambi, Japeri, Mesquita, Nilópolis, São João de Meriti, Belford Roxo, Niterói e Rio de Janeiro


Metropolitana Fluminense



Área de atuação

Pedro Antônio
Linhas em Nova Iguaçu, Paracambi, Itaguaí, Petrópolis, Três Rios e cidades próximas, Barra do Piraí, região de Vassouras e Miguel Pereira.


Eval - Empresa de Viação Angrense Ltda
Linhas da Costa Verde e as linhas entre o Centro do Rio e Ipiranga, Universidade Rural (as duas via BR-465), Itaguaí (via BR-101), Queimados e Engenheiro Pedreira (via Dutra).



Ponte Coberta
Linhas atuais, linhas entre Campo Grande, Santa Cruz e os bairros adjacentes à BR-465 e Estrada de Madureira, além de Paracambi, Cacaria (Piraí) e Japeri.


Os trepidantes anos 80 e 90 foram palco de uma mudança radical no quadro acima descrito. 




Pedro Antônio

A Pedro Antônio começa a diminuir e origina a Cidade das Rosas, reflexo de questões familiares.

Empresa de Ônibus e Turismo Pedro Antônio

A Empresa de Ônibus e Turismo Pedro Antônio é sediada em Vassouras-RJ. Hoje a empresa opera trechos entre Vassouras, Paty do Alferes, Miguel Pereira, Paulo de Frontin e Valença. Para algumas empresas pode parecer muito. Mas, para a Pedro Antônio que já foi uma das gigantes de nosso estado, isto é muito pouco.

Empresa de Ônibus e Turismo Pedro Antônio
Em seus tempos áureos na década de 70 e 80 a empresa possuía muitas linhas, dominando toda a Região Centro-Sul. Dentre as urbanas, grande parte do que hoje é da Linave e Progresso um dia já foi só dela.


Viação Progresso e Turismo
Todas as rotas entre Vassouras e Miguel Pereira, Petrópolis, Paracambi, Japeri e Nova Iguaçu.


Empresa de Ônibus e Turismo Pedro Antônio


E no serviço rodoviário a Pedro Antônio também comandava. As linhas que hoje pertencem a Util e Progresso eram dela:


Viação Progresso e Turismo
As rotas saindo do Rio pra Vassouras, Miguel Pereira, de Nova Iguaçu pra Miguel Pereira. Tinha também linha federal, saindo de Nova Iguaçu, Vassouras e Miguel Pereira com destino à Juiz de Fora em Minas Gerais.
O seu setor de fretamento era adotado por diversas empresas da região.



Em 1976, a empresa vendeu as linhas, o terreno e os veículos que faziam o transporte da população de Três Rios e Comendador Levy Gaspariam (emancipado de Três Rios em 1991) para a então criada Transa Transportes.


Transa Transportes
Na década de 80, a Pedro Antônio entra em processo de cisão e cria a Cidade das Rosas, passando então as suas linhas:

P412 Miguel Pereira x Avelar
P700 Governado
r Portela x Arcozelo
MP72 Paracambi-Morro Azul
MP70 Miguel Pe
reira x Três Rios
MP74 Japeri x Arcozelo

Governador Portela x São Judas
Governador Portela x Praça da Ponte
Miguel Pereira x Ramada
Miguel Pereira x Vera Cruz
Miguel Pereira x Cilândia
Miguel Pereira x São José das Rolinhas



Viação Cidade das Rosas

As linhas que fazem a ligação Petrópolis – Paty do Alferes – Miguel Pereira foram passadas para a Viação Treze de Junho, que circulava na região com o nome fantasia Pádua Tour. A empresa pertencente ao grupo Salvini foi fundada em São Antônio de Pádua, onde operava linhas municipais e intermunicipais. As linhas da Pedro Antônio eram:
PáduaTur (V.Treze de Junho)

PS10 - Miguel Pereira x Petrópolis via Vale das Videiras
PS11 - Miguel Pereira x Petrópolis via Sardual
Paraíba do Sul x Fagundes




Emanuel Transportes e Turismo
Em 2009 a Pádua Tur deixou a operação de linhas urbanas e está apenas no setor de Turismo e Fretamento. Com isso as linhas passaram a ser operadas pela Emanuel Transportes e Turismo que também operava na cidade de Itaguaí sob o nome de “Elohin” e que operava de forma precária o transporte em Mendes e Engenheiro Paulo de Frontin.
Viação Paraíba Ltda

A linha municipal de Paraíba do Sul que liga a sede municipal à localidade de Fagundes foi reativada em 2013, a Emanuel/Evial reativou a linha, no 3º distrito daquele município, passando por Inconfidência (Sebolas). A linha foi operada por um dos GranVia Midi que rodava em Mendes. A partir de novembro, a linha passou a ser feita pela Viação Paraíba (VPL)


Linave Transportes

Em 2014 o DETRO-RJ interviu na Emanuel, por estar em situação irregular e estabeleceu a descontinuidade dos serviços por parte da mesma. Em seu lugar, entrou a iguaçuana Linave.
A Linave já operava o transporte municipal de Miguel Pereira e as linhas intermunicipais que a Normandy operava como a Miguel Pereira x Três Rios e a Japeri x Arcozelo. 
Com a falência da Cidade das Rosas no ano de 2000, suas linhas passaram a ser operadas pela Viação Normandy do Triângulo.


A Normandy do Triângulo operava as linhas:

Setor Baixada Fluminense

105P Nova Iguaçu x Paracambi
106P Nova Iguaçu x Paracambi via Lajes e Japeri
107P Nova Iguaçu x Paracambi
108P Japeri x Paracambi

192C Japeri x Central
192A Japeri x Castelo

193C Paracambi x Central
193A Paracambi x Castelo


Viação Normandy do Triângulo

Setor Sul Fluminense - Urbano

MP70 Três Rios x Miguel Pereira
MP71 Miguel Pereira x Nova Iguaçu
MP74 Paty dos Alferes x Nova Iguaçu

P412 Miguel Pereira x Avelar via Vista Alegre
P440 Barra do Piraí x Paty do Alferes

P700 Arcozelo x Governador Portela
P705 Paty de Alferes x Governador Portela
P161 Vassouras x Miguel Pereira
P110 Valença x Volta Redonda
P161 Vassouras x Miguel Pereira



Linave Transportes

Setor Sul Fluminense - Rodoviário

Rio x Pirai via Dutra
Rio x Arcozelo
Rio x Vassouras
Castelo x Vassouras via Linha Vermelha
Castelo x Vassouras via Novo Rio
Rio x Miguel Pereira
Castelo x Miguel Pereira
Rio x Barra do Pirai
Rio x Valença
Niterói x Vassouras
Niterói x Valença
Niterói x Conservatória
Rio x Conservatória
Rio x Paty dos Alferes
Rio x Rio das Flores
Rio x Avelar hoje
Valença x Volta Redonda
Valença x Barra da Mansa
Rio x Eng.Paulo de Frontin


UTIL - União Transporte Interestadual de Luxo
Atualmente, os setores de operação da Viação Normandy estão divididos em três empresas:

Baixada Fluminense > Transportes Blanco
Sul Fluminense - Urbano > Linave Transportes
Sul Fluminense - Rodoviário > UTIL




Linhas municipais de Engenheiro Paulo de Frontin e Mendes


Evial Expresso

A Turismo Pedro Antonio reassumiu as linhas municipais de Engenheiro Paulo de Frontin em 2013. A antiga empresa, Emanuel/Evial foi retirada da cidade, devido as reclamações dos moradores por conta das condições dos veículos. A Evial Expresso foi cassada também pela prefeitura de Mendes. A Pedro Antônio foi a vencedora da licitação ocorrida em dezembro de 2013 e iniciou os trabalhos de operação no transporte do município. 


Paulo de Frontin



Empresa de Ônibus e Turismo Pedro Antônio
Circular Centro-Grama/Matadouro/Borracha
Centro-Morro Azul


Mendes

Centro x Ponte Preta (Humberto Antunes)
Centro x Santa Rosa
Centro x Oscar Rudge
Centro x Ventania (Santa Rita)
Centro x Ponte do Rocha
Centro x Cinco Lagos
Centro x Jabuticabeiras
Centro x Martins Costa
Centro x Palmas




Trans Vieira

Em 2015 a Pedro Antonio deixou de operar no município  de Mendes, dando lugar a Trans Vieira e atualmente as linhas são operadas pela Viação Fênix.


J&W Transportes - Viação Fênix




Eval - Empresa de Viação Angrense

A Empresa Viação Angrense Ltda, mais conhecida como EVAL, foi fundada em 1960 com o prefixo RJ 131 operando linhas intermunicipais. A empresa tinha concessão de várias linhas executivas saindo da Praça Mauá para a Baixada Fluminense, mas também que ligavam Rio e Niterói à Costa Verde do estado, englobando Mangaratiba, Muriqui, Angra e Paraty.


Empresa de Viação Angrense Ltda

Nos final dos anos 80, perdeu seus setores urbanos, originando duas empresas: Turismo Trans1000 e Expresso Real Rio. Em 1995 a EVAL entregou as linhas rodoviárias que vieram a ser operadas pela Costa Verde Transportes em 1997.


Setores de operação da EVAL

Linhas via BR-116

Paracambi X Praça Mauá
Paracambi x Castelo

Japeri X Praça Mauá
Japeri x Castelo

192C Japeri X Central
193C Paracambi X Central
440B Queimados X Central
443B Queimados X Praça Mauá
451B Eng.Pedreira X Central



Turismo Transmil

Linhas via BR-465/BR-101

112B - Itaguaí x Central (via Rio-Santos)
113D - Itaguaí x Niterói (via Rio-Santos)
116B - Itaguaí x Castelo (via Rio-Santos)
0000 - Itaguaí X Praça Mauá (via Rio-Santos)
0000 - Seropédica X Praça Mauá (via KM 32)
144B - Seropédica x Castelo (via KM 32)
441B - Seropédica x Central (via KM 32)
444B - Cabuçu x Central (via KM 32)
446B - Lagoinha x Central(via KM 32)


Expresso Real Rio

Linhas Via BR-101

Niterói x Angra dos Reis
Niterói x Mangaratiba
Rio x 
Paraty
Rio x Mangaratiba
Rio x Angra dos Reis
Mangaratiba x Castelo
Angra dos Reis x Nova Iguaçu
Angra dos Reis x Duque de Caxias
Angra dos Reis x Campo Grande
Angra dos Reis x Queimados


Costa Verde Transportes

Suas linhas intermunicipais foram entregues de acordo com o serviço e setor operacional:


Itaguaí e Seropédica > Coesa Transportes/Expresso Real Rio
Região Litoral do Estado > Costa Verde Transportes
Queimados e Japeri > Turismo Trans1000
Paracambi > Viação Normandy do Triângulo


Expresso Real Rio

A linha Itaguaí x Niterói foi passada para a Coesa Transportes. Na época a Coesa operava linhas ligando a Zona Oeste do Rio com Itaguaí. Nos anos 90 a linha foi repassada para a Expresso Real Rio com a legenda 113D.


Empresa de Viação Angrense

Atualmente a EVAL opera apenas no setor de Turismo e Fretamento.
Os setores de Queimados, Japeri e Paracambi atualmente são operados pela Transportes Blanco. 



Transportes Blanco

Fundada em 2008 no município de Belford Roxo, A Transportes Blanco substituiu a antiga Expresso São Jorge que operava nos municípios de Nova Iguaçu e Belford.
Em 2012 assumiu o setor de Paracambi da Viação Normandy e no ano seguinte entra em operação nas linhas da Trans1000.
Com a aquisição das linhas, a Transportes Blanco assumiu a garagem da Normandy em Paracambi e a garagem da Turismo Transmil em Queimados, mantendo dois setores de operação concentrados por garagem:

Paracambi > Municipais
NC01 Centro x Guarajuba
NC02 Cascata x Lages
NC03 Sabugo x Lotemento
NC05 Nova Era x Guarajuba
NC06 Centro x Bom Jardim
NC07 Centro x Ponte Coberta
NC08 Centro x Saudoso
NC09 Nova Era x Paraiso


Queimados > Intermunicipais


Sua antiga sede no bairro de Areia Branca, já servi de instalações da extinta empresa Rio Lisboa que passaram para Expresso São Jorge. Atualmente pertencem a Auto Viação Vera Cruz que assumiu linhas da Transportes Blanco no setor Belford Roxo.

Ainda em expansão, a Transportes Blanco recebeu a concessão de linhas da Viação Caravele após intervenção do DETRO. Com a intervnção, a Transporte Blanco passou a operar as linhas:

522B Central X Parque São Vicente

527B Central X Sargento Roncali via Parque São Vicente
523B Central X Sargento Roncali via Parque São Vicente
1522B Central X Parque São Vicente


Turismo Transmil


Turismo Transmil


A Nova Iguaçu Turismo SA iniciou sua operação no segundo semestre de 1978, adquirindo as linhas da Rápido Brasileiro. Entre os diretores haviam dois fundadores da empresa Transa de Três Rios. As duas empresas eram distintas(razões sociais diferentes), ostentando apenas o mesmo nome fantasia e a identidade visual.


Transa (Rápido Brasileiro)

Nos anos 70 e início dos 80, a o Grupo Transa era uma grande empresa: operava linhas da Baixada para o Rio e o transporte municipal de Três Rios.

A Trans1000 surgiu nesta época:

Devido à crise econômica do país e da empresa em 1982, a direção da empresa é retomada pela direção da antiga Rápido Brasileiro, mudando então a razão social para Rápido Brasileiro SA mantendo apenas o nome fantasia (TRANSA). 


Turismo Transmil SA

Em 1983 é fundada a Turismo Transmil SA absorvendo as linhas da Rápido Brasileiro.
Assumindo da empresa-mãe o setor via Deodoro e Anchieta, a Transmil  absorveu diversas outras empresas (Viação Márcio, Novo Horizonte, Paradise) e crescendo, enquanto a Transa se limitou ao Centro-Sul.

Após a emancipação de Levy Gasparian, parte de suas linhas se tornou intermunicipal e a Transa voltou a usar RJ, agora RJ-164.

A Turismo Transmil absorveu as seguintes linhas e empresas:


Rápido Brasileiro SA

Transa - Rápido Brasileiro SA
0000 Nova Iguaçu x Praça Mauá
124B Nilópolis x Praça Mauá via Deodoro
133B Nova Iguaçu x Central via Deodoro
479I Nova Iguaçu x Parada de Lucas via Deodoro

Auto Viação Márcio

Auto Viação Márcio
120B Nilopolis x Central via Banco de Areia
131B Nilopolis x Praça Mauá via Banco de Areia
479B Mesquita x Central via Banco de Areia


Novo Horizonte Transporte e Turismo

Novo Horizonte Transporte e Turismo
127B Nilopolis x Praça Mauá via Vila Norma
129B Nilopolis x Central via Vila Norma
152B NIlopolis x Central via Pavuna
475B Nilopolis x Tijuca via Pavuna
516I Nilopolis x KM 2,5 via Vila Norma
651B Mesquita x Central via Pavuna


Expresso São Ricardo
Expresso São Ricardo
000 Nilopolis x Praça Mauá via Camboatá
000 Nilopolis x Praça Mauá via Pavuna
000 Mesquita x Praça Mauá via Chatuba
478B Mesquita x Central via Chatuba
481B Mesquita x Melhoral via Chatuba


Empresa de Viação Angrense Ltda

EVAL - Empresa de Viação Angense

440B Queimados x Central
443B Queimados x Praça Mauá
449B Queimados x Benfica
451B Engenheiro Pedreira x Central
452B Vila Camorim x Central
515I Queimados x Campo Alegre
520I Queimados x Cabuçu

Em 2008 a Turismo Transmil realizou o serviço de transportes na cidade de Nova Iguaçu quando a Elmar Transportes e Turismo perdeu a concessão. No ano seguinte a Prefeitura suspendeu as operações da Transmil distribuindo as linhas da Elmar entre as empresas Viação São José, Salutran e Linave Transportes.


Turismo Transmil Ltda

Nova Iguaçu x Tinguá
Nova Iguaçu x Vila de Cava
Nova Iguaçu x Santa Rita
Nova Iguaçu x Gerard Danon
Nova Iguaçu x Corumbá
Nova Iguaçu x Bairro Amaral
Nova Iguaçu x ATA
Nova Iguaçu x Parque Estoril

A Transmil começou a perder os seus setores:

Em 2011
A Blanco adquiriu o setor Queimados


Em 2013
Perdeu o setor Nilópolis dando lugar às empresas:


Transportes Blanco


Transportes Blanco
124B Nilópolis x Central Via Deodoro
131B Nilópolis x Central via Banco de Areia


Nilopolitana Cavalcanti

Nilopolitana Cavalcanti

129B Nilópolis x Central via Vila Norma
516I Nilópolis x Km 2,5 via Vila Norma


Master Transportes

Master Transporte Coletivo de Passageiros
152B Nilópolis x Central via Via Light
120B Nilópolis x Central via Banco de Areia


Em 2014
Os setores Mesquita e Nova Iguaçu foram cassados passando a ser operados pelas empresas:


Viação Nossa Senhora da Penha

Viação Nossa Senhora da Penha
133B Nova Iguaçu x Central via Deodoro
479I Nova Iguaçu x Parada de Lucas via Deodoro


Auto Viação Vera Cruz

Auto Viação Vera Cruz

479B Mesquita x Central via Banco de Areia
478B Mesquita x Central via Chatuba
481B Mesquita x Melhoal via Chatuba
651B Mesquita x Central via Light




Viação Ponte Coberta


Viação ponte Coberta

Fundada em 4 de dezembro de 1970, a Viação Ponte Coberta teve a sua primeira sede estava localizada no município de Itaguaí. Sua garagem era localizada na Praça Castilho, atualmente município de Seropédica.
A Ponte Coberta opera atualmente nas linhas intermunicipais da Baixada Fluminense atendendo aos municípios de Nilópolis, Mesquita, Nova Iguaçu, Seropédica e Rio de Janeiro. A linha 548P Nilópolis x Campo Grande, na década de 1980, era administrada pela Nilopolitana. Durante o período de intervenção do Estado, a Viação Ponte Coberta enfrentava dificuldades financeiras.




Nilopolitana Cavalcanti
A Viação Ponte Coberta operava com o prefixo 03XXX e atualmente com o registro DETRO-RJ 190XXX. Nesta mesma época, ainda não existia o “Grupo Ponte Coberta”, mas a administração da Ponte Coberta criou a Viação Aparecida, que na época operava a linha 103I Nilópolis x Pavuna (via Portugal Pequeno) e 433I Nilópolis x Pavuna (via Édem), hoje ambas pertencentes à Transportes Flores. A Viação Aparecida, não vingou e foi extinta alguns anos após.


Viação Aparecida

Até da década de 1990 eram duas empresas que tinham o monopólio nos bairros dos municípios de Seropédica (emancipado de Itaguaí em 1995) e Itaguaí :

Viação Cidade de Itaguaí
590I Itaguaí x Nono
591I Coroa Grande x Nono

Transportes Seropédica.215I - Itaguai x Seropedica (via Chapero)


Viação Itaguaí

A Viação Itaguaí Ltda(RJ209)fundada em 1983 é quem operava antigamente o serviço municipal e intermunicipal local de Itaguaí nos anos 80 e 90. 


Viação Marisol
Com a emancipação de Seropédica, algumas linhas se transformaram em intermunicipais, linhas que entre meados e final da década de 90 chegaram a ser repassadas para outras empresas que surgiram na região como a Viação Arcádia, Viação Rio Pérola, Santa Rita, T.Seropédica, Marisol (essa ultima apenas algumas linhas municipais).


Viação Arcádia

Essas empresas acabaram fechando as portas no início dos anos 2000 devido aos péssimos serviços prestados, tendo suas linhas municipais e intermunicipais extintas até hoje.


Transportes Nova Seropédica

A prefeitura de Itaguaí fez uma licitação priorizando o transporte alternativo e foi montado um consórcio.
Com as reclamações dos moradores da cidade do porto com a falta do ônibus logo surgiram as empresas Emanuel e Elohin, essa ultima tempos depois se transformando na viação Cidade de Itaguaí e ficando sozinha operando o serviço municipal da cidade.



Viação Elohim

Uma década depois a antiga Viação Itaguaí Ltda é reativada e a cidade passa a ter atualmente duas empresas municipais com praticamente quase o mesmo nome confundindo muita gente ,fazendo pensar que é tudo uma empresa só mas são empresas distintas . 


Inclusive a Viação Itaguaí ltda quando voltou a circular chegou a reativar uma antiga linha intermunicipal 590-I Itaguaí x Nono via Caçador, localidade que fica na divisa com Piraí na serra do Matoso. Em 2014 a linha sofreu intervenção do DETRO-RJ que entregou a operação para Expresso Mangaratiba. 


Expresso Recreio

Atualmente a linha é operada pela Expresso Recreio que opera na região desde a intervenção na Expresso Mangaratiba em março de 2017.

Inicialmente, a Expresso Real Rio operava apenas linhas de Itaguaí para o Centro do Rio e Niterói, linhas oriundas da EVAL.


Expresso Real Rio

No fim dos anos 80 a Expresso Real Rio é adquirida pelo grupo JAL e recebe um setor enorme da Ponte Coberta, basicamente abrangendo as linhas de Campo Grande, Seropédica e Paracambi:

737P Campo Grande x Campo Lindo via KM 32
738P Campo Grande x Ilha da Madeira via Piranema
739P Campo Grande x Seropédica via KM 32
740P Campo Grande x KM 34 via Rio-SP
741P Campo Grande x Praça Castilho via KM 32
744P Campo Grande x Ponte Coberta via KM 32
545P Campo Grande x Paracambi via KM 32
547P Campo Grande x Japeri via KM 32
436S Paracambi x Sepetiba
749P Belvedere x Santa Cruz via Av. Brasil
709P Cacaria x Vila Geni via Piranema
560P Cacaria x Itaguaí

MP71 - Paracambi x Fontes (via Dutra)


Nessa época, a Expresso Real Rio assumiu duas linhas da Pedro Antônio, ambas partindo de Paracambi:

434S - Paracambi x Vila Geni (via Piranema)

MP71 - Paracambi x Fontes (via Dutra)


* A Real Rio comprou a linha 434S da Cidade de Itaguaí na década de 90.

* A linha MP71 veio à Real Rio no lote de linhas da Viação Ponte Coberta, que detinha a sua concessão.


No eixo principal de operação (BR-465) havia certa sobreposição com as linhas do pacote e aquelas que ficaram com a Ponte Coberta (Jd. Paraíso, Lagoinha e São Francisco, entre outras).

Houve um enxugamento:

As linhas mais longas foram cortadas em Seropédica e as mais curtas foram extintas.


O então império de linhas da Viação Ponte Coberta limitou-se às linhas:

517I Nova Iguaçu X Praça Castilho
544P Nilópolis X Seropédica
547P Edson Passos X Sepetiba
548P Nilópolis X Campo Grande
704P Lagoinha X Campo Grande

705P Edson Passos X Bangu
742P Cabuçu X Campo Grande
743P Jardim Paraíso X Campo Grande
745P Nilópolis X Praça Castilho
746P Parque São Francisco de Paula x Campo Grande


* Atualmente a linha 547P faz o trajeto Sepetiba x Jardim Paraíso. Esse trajeto foi seccionado no início dos anos 90 com a entrada dos novos sócios.

Viação Ponte Coberta


* A linha 705P foi criada em 1992 pela Feital Transportes e Turismo. Em 2005 a Feital sofreu intervenção do DETRO-RJ e a Viação Ponte Coberta - que já estava operando em pool - recebeu a concessão da linha.

Feital Transportes e Turismo

Grupo Transmil

Em 2000, com o início das crises financeiras das empresas de transporte coletivo no estado do Rio de Janeiro, uniram as empresas Glória, Transmil e Ponte Coberta, criando o Grupo Transmil. A Gardel Turismo, passou a fazer parte do Grupo Transmil, também tendo sua administração na garagem da Transmil, em Queimados.


Expresso Nossa Senhora da Glória

A primeira empresa do Grupo a ser fundada foi a Expresso Nossa Senhora da Glória, no dia 3 de fevereiro de 1964. Sua primeira sede ficava localizada na Rua Doutor Thibal, 80 no Centro de Nova Iguaçu e, em 1970, foi transferida para a Estrada Abílio Augusto Távora, em Cabuçu.



Gardel Turismo


A Gardel Turismo foi fundada em 9 de agosto de 1973. Sua garagem sede está localizada no bairro Ponte Preta, Queimados. Enquanto integrava o Grupo Transmil, a empresa era administrada na garagem da Turismo Transmil.


Então o Grupo Transmil,passava a ser composto por quatro empresas: Turismo Transmil, Expresso Nossa Senhora da Glória, Viação Ponte Coberta e Gardel Turismo.

Turismo Transmil
Grupo Ponte Coberta

Em 2003, a Turismo Transmil entra em crise financeira e deixa de fazer parte do grupo, fazendo que o mesmo entrasse em extinção no mesmo ano. Com a separação das empresas, foi criado o Grupo Ponte Coberta, com o objetivo de tornar uma união de empresas em uma só sede administrativa.


Fonte:


Choop Duplo
Clube do Trecho
Resgatando Memórias
Busologia do RJ
Mobilidade Fluminense
Nilópolis Online
Relatos de Viagem Etc
Sul Fluminense Bus
Serra Transportes
Fichas de Ônibus
Mais Ônibus
Cia de Ônibus
Na Lente do Ônibus
Ônibus Brasil
A Mil Por Hora
Baixada Viva Notícias
Transa Transportes
Coesa Transportes
Linave Transportes
Transportes Blanco
Auto Viação Vera Cruz
Viação Progresso e Turismo
Grupo JAL
Grupo Guanabara
Grupo Ponte Coberta
Grupo Salvini
Prefeitura Municipal de Miguel Pereira
Prefeitura Municipal de Paraíba do Sul
Prefeitura Municipal de Itaguaí
Fundação CPERJ
Departamento de Transportes Rodoviários

Tags : , , ,

4 comentários:

  1. Os amigos aqui, estão de parabéns por fazerem a diferença, no meio de tantos bozós, pelegos, x9 malditos, que só prejudicam trabalhadores e usuários, com puxação de saco, ainda temos pessoas desenvolvendo um trabalho sério. Parabéns! Contem comigo para ajudar em qualquer coisa. Trabalho sério é comigo mesmo. Parabéns! João Vicente - ODuqueCaxienseRoxo

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a matéria. Bom saber um pouco da história da nossa região e transportes..

    ResponderExcluir
  3. Muito bom relembrar da Pedro Antônio! Me recordo que, quando crianças ela operava na minha cidade natal. Deixo aqui a minha contribuição sobre a memória dela. Ela também fazia outras linhas, como Além Paraíba - Miracema, Além Paraíba - Muriaé e Barra Mansa - Carangola.

    ResponderExcluir
  4. O post carece de credibilidade no que diz respeito a Viação Aparecida. A razão social era empresa Nossa Senhora da Aparecida ltda. Foi uma grande empresa com várias linhas, pertencente a um grupo de 5 empresas e tampouco durou poucos anos...Teve uma frota exuberante de Metropolitanas Ipanema no fim da decada de 70. Meu pai trabalhou lá, muitos anos e moravamos bem proximo a sua garagem...

    ResponderExcluir

[2][iconeI][style-1][LEIA TAMBÉM][As mais lidas até o momento]

Somos movidos pelo interesse de explorar os meios, modos e regras que integram o sistema de mobilidade urbana no Estado do Rio de Janeiro. O avanço tecnológico tem trazido mais dinamismo nas cidades, fazendo com que a população evolua e acompanhe esse avanço.

Buscamos obter informações, matérias, históricos e projetos de mobilidade e transformação urbana, assim como a realização de visitas técnicas em empresas, concessionárias e instituições relacionadas à Mobilidade Urbana do RJ, cuja perspectiva é abordar temas mais diversos e estar inteirado no que há de vir nos serviços de transportes.


Mobilidade nas Ruas: Distrito de Santo Aleixo (Magé)

O Distrito de Santo Aleixo localiza-se no extremo norte do município de Magé, junto às divisas de Petrópolis e Guapimirim; distanciando-se n...

NOSSOS PARCEIROS