27 ônibus são incendiados esse ano em diversas regiões do estado

| Sem comentário


Cada veículo pode demorar até seis meses para ser reposto


Prejuízo no ano passado passou de R$ 19 milhões após o incêndio de 43 coletivos

Incêndio em Parati - 1 de janeiro 

Segundo a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), entidade sindical que representa as empresas de ônibus, informou, após os ataques a coletivos na sexta-feira (14) e madrugada de sábado (15), que o RJ chegou a 27 veículos destruídos.


Só nesses dois dias, foram dez casos de ônibus destruídos: sete em Nova Iguaçu, um em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e outros dois em Macaé e Araruama, na Região dos Lagos.


A Fetranspor repudiou os ataques e informou que cada ônibus incendiado pode levar até seis meses, entre encomenda, montagem, entrega e licenciamento do veículo. Enquanto os novos ônibus não chegam, só na capital, deixam de ser transportados 70 mil passageiros, quando se fala nos modelos urbanos. Se considerado coletivos articulados, são 210 mil.


Em 2016, 43 ônibus foram incendiados. Desta forma, no último ano, o custo de reposição da frota superou R$ 19 milhões.


Noite de terror na Baixada

A Baixada Fluminense viveu momentos de terror nesta sexta-feira à noite e madrugada de sábado. Ao todo, quatro pessoas foram baleadas, segundo a Polícia Militar.


Uma das vítimas é uma bebê de um ano e oito meses. Além disso, sete ônibus foram incendiados durante protestos de moradores em Duque de Caxias e Nova Iguaçu


A antiga Estrada de Madureira, importante via da região, ficou fechada por oito horas.


Confira a linha do tempo dos ônibus incendiados:



Incêndio no Centro do Rio - 1 de fevereiro 


19 de janeiro

1 em Paraty - Sul Fluminense



28 de janeiro

6 em Anchieta - Capital



1 de fevereiro

1 no Centro - Capital



7 de fevereiro

2 em Nova Campinas - Duque de Caxias - Baixada Fluminense



17 de fevereiro

1 em Itatiaia - Sul Fluminense


Incêndio na Vila Kennedy - 7 de março 

7 de março

1 na Vila Kennedy - Capital



14 de março
2 em Honório Gurgel - Capital



31 de março
1 em São João de Meriti - Baixada Fluminense



11 de abril

2 em Manguinhos - Capital


Incêndio em Manguinhos - 11 de abril 


15 de abril

1 em Araruama - Região dos Lagos
1 em Macaé - Região dos Lagos
7 em Nova Iguaçu - Baixada Fluminense
1 em Duque de Caxias - Baixada Fluminense


Tags :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[2][iconeI][style-1][LEIA TAMBÉM][As mais lidas até o momento]

Somos movidos pelo interesse de explorar os meios, modos e regras que integram o sistema de mobilidade urbana no Estado do Rio de Janeiro. O avanço tecnológico tem trazido mais dinamismo nas cidades, fazendo com que a população evolua e acompanhe esse avanço.

Buscamos obter informações, matérias, históricos e projetos de mobilidade e transformação urbana, assim como a realização de visitas técnicas em empresas, concessionárias e instituições relacionadas à Mobilidade Urbana do RJ, cuja perspectiva é abordar temas mais diversos e estar inteirado no que há de vir nos serviços de transportes.


Mobilidade nas Ruas: Distrito de Santo Aleixo (Magé)

O Distrito de Santo Aleixo localiza-se no extremo norte do município de Magé, junto às divisas de Petrópolis e Guapimirim; distanciando-se n...

Outras Matérias

NOSSOS PARCEIROS